Páginas

12 de janeiro de 2014

Dia do Astronauta (09/01) na ESAF

Quem, na quinta-feira passada, dia 9 de janeiro, entrava no átrio principal da ESAF, escola sede do Agrupamento de Escolas Alcaides de Faria, logo se deparava com toda uma panóplia de objetos, maquetas e representações, alusivos ao espaço cósmico. E logo a dar as boas vindas a maqueta de um astronauta, que serviu de modelo para inúmeras fotografias, captadas ao longo do dia, por parte daqueles que não quiseram deixar de ser, mesmo por um momento, viajantes do espaço cósmico. Desde a representação de diferentes objetos celestes até às maquetas de naves espaciais, com um grau de pormenorização representativa de louvar, muitos foram os trabalhos, elaborados por alunos do 7.º ano de escolaridade, quer da escola sede quer do núcleo de Manhente, que, por aqueles dias, chamaram a atenção para o espaço e a conquista deste pelo Homem, na sua ousadia de querer ir mais longe na descoberta dos segredos do Universo.
Promovida pela Área disciplinar de Biologia/Geologia, sob supervisão dos professores Ludovina Esteves, Francisco Vale e Juana Matias, a iniciativa desenvolveu-se em diferentes espaços, sendo a biblioteca escolar também um deles, local que recebeu alunos do 7.º ano do núcleo de Manhente que, no mesmo passo, não só visionaram documentários sobre os astronautas e a vida na Estação Espacial Internacional, ouviram o aluno João Miguel (do 12.ºano) interpretar magistralmente o Poema do Homem Novo (de António Gedeão), como ainda visitaram as instalações da biblioteca da escola sede, tomando conhecimento dos seus recursos e valências. Ainda houve tempo para aqueles alunos, que se deslocaram, com as suas professoras, desde o núcleo de Manhente à ESAF, para apreciarem o telescópio do Clube de Astronomia (que esteve patente na sala de leitura da biblioteca). 
Para além do dia e da iniciativa tão bem conseguida, levada a cabo por professores de ciências, a biblioteca agradece e regista a profícua articulação destes docentes com as valências e recursos da biblioteca. 

Sem comentários: