Páginas

21 de fevereiro de 2013

A Terceira Miséria - obra premiada na 14.ª ed. das Correntes d`Escritas

"A terceira miséria é esta, a de hoje. 
A de quem já não ouve nem pergunta. 
A de quem não recorda"
                            Hélia Correia, in A terceira miséria. Relógio d`Água, 2012 (p. 29)

Palavras de Hélia Correia na obra vencedora do Prémio Correntes d`Escritas 2013 - A Terceira Miséria - um olhar poético sobre estes tempos, suscitado pelos acontecimentos de raiva e indignação vividos na Grécia (e noutros locais desta Europa em crise), à luz da clássica cultura grega (tão querida à autora), da matriz da civilização ocidental.
Hélia Correia, nascida em 1949, é um nome incontornável da literatura contemporânea portuguesa. Licenciada em Filologia Românica e professora de Português do Ensino Secundário, a autora é conhecida sobretudo pela sua criação em prosa, mas também tem incursões de grande valia no campo da poesia (como ocorre com esta obra, agora premiada, e outras como: A pequena morte / esse eterno canto, em parceria com Jaime Rocha; ou Apodera-te de mim). De entre a sua criação literária destacamos obras como: O número dos vivos (romance, 1982); Lilias Fraser (romance, 2001); Contos (2008); Adoecer (romance, 2010); Mopsos, o pequeno grego. O ouro de Delfos (juvenil 2004); A ilha encantada, versão para jovens de A tempestade de W. Shakespeare; Sonho de uma noite de verão (versão adaptada)... algumas destas constantes do nosso acervo documental.
Parabéns Hélia Correia. 

Sem comentários: