Páginas

21 de março de 2010

A árvore e o poema

Gustav Klimt, A árvore da vida (detalhe)

Alegoria

Faço um castelo na areia do futuro. Torres
de névoa, ameias de fumo, pontes levadiças
de indecisão. Vejo a areia escoar-se
na ampulheta dos séculos; e um exército
de ondas rompe as linhas do infinito,

derrubando os muros da manhã.

Nuno Júdice, in Pedro, lembrando Inês

Sem comentários: