Páginas

11 de dezembro de 2018

Um direito

70 anos! 
70 anos da Declaração dos Direitos Humanos! Parecem muitos, mas digo eu: Só 70! Estamos a falar dos direitos do Homem, dos nossos direitos!! Se o ser humano é assim um ser tão racional, tão inteligente, porque só pensou em tal coisa há 70 anos? Irónico não! Mas enfim, não estou aqui para fazer qualquer crítica, mas para relembrar quão importantes são os direitos humanos e apelar à necessidade de os tornar universais.
Direitos! Declaração dos Direitos Humanos! Estas são palavras tão usadas no dia a dia, mas será que sabemos realmente o que significam?! A maioria de nós não!!
Mas digo-vos eu o que é um direito!
Primeiro, um direito é como o nosso coração, nasce connosco, é essencial à nossa sobrevivência, mantem-nos vivos, permite-nos ter emoções….
Um direito é um sol que brilha de dia, que ilumina e aquece, e é uma estrela que reluz à noite, fazendo companhia à escuridão.
Um direito é um sorriso que se destaca entre muitos, um sorriso que tanto sonho ver na criança solitária do bairro ao lado!!
Um direito não é apenas mais uma gota de água, é um oceano inteiro!! Não é uma simples lágrima que corre na face do outro, é antes a alegria que o fez chorar!!
Um direito é o sentido de acordar de manhã, de viver intensamente cada dia. É o desejo e a esperança de muitas pessoas por esse mundo fora, talvez a única coisa que lhes mudaria completamente a vida: um direito.
Um direito é, então, uma força nunca vista, uma riqueza que se esconde, é ouro disfarçado em pedra.
Um direito é um elo de ligação, é uma marca que não desaparece nem disfarça, é a grande igualdade que une as nossas diferenças!!
Um direito é a paixão, é o carinho, a atenção e conforto que todos queremos ter.
Um direito é o nosso amparo nas situações difíceis, é o consolo a que nos agarramos para ultrapassar os obstáculos e é o suporte que nos ajuda a levantar!!
Um direito é tudo isto e muito mais! É, sobretudo, a razão de estarmos a comemorar este dia e de eu estar aqui a falar convosco!!
Mas a minha questão é: se os direitos são assim tão poderosos e maravilhosos, como é que há ainda tantas pessoas que não os têm? Não consigo perceber, a sério que não! O problema estará nos direitos ou no homem? Acho que todos sabem a resposta…!
Sendo assim, respeitem e lutem pelos vossos direitos e os dos outros, pois, nada nem ninguém os pode derrubar!!! Eles são parte de nós!!!!
Por isso: VIVA A DECLARAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS!!!

[Texto da aluna Marisa Viana, do 11.ºC, da Escola Sec. Alcaides de Faria, proferido pela própria aquando da celebração dos 70 anos da Declaração Univ. dos Direitos Humanos, realizada ontem na sala de leitura da biblioteca escolar da ESAF]

Sem comentários: