Páginas

15 de junho de 2018

Premiados do bibliopaper 2017/2018 da BESAF

É vê-los a correr desabridamente entre estantes, freneticamente em busca de um livro, de um título, de uma informação...
é vê-los manusear livros e mais livros, ler o guia da biblioteca, descortinar nele a bússola, o batedor, que os conduzirá à resposta certa...
é vê-los correr contra o tempo alegremente, quase sentir-lhes a adrenalina da descoberta, o brilho da curiosidade...
é vê-los abrir livros, descobrir um autor, aceder a prateleiras com obras da literatura fantástica, outras plenas de livros de aventuras ou clássicos da literatura, e logo ali bem perto outras ainda onde despontam dicionários, enciclopédias, gramáticas e prontuários, livros de Arte e de Matemática, Ciências e Filosofia...
é vê-los aceder à Internet a confirmar um pequeno pormenor sobre o país de origem do autor daquela obra que têm entre mãos...
é vê-los descobrir o que é a cota de um livro, o número de registo, o carimbo de posse, a classe a que pertence...
é vê-los realizar o bibliopaper da biblioteca da ESAF.
---
Assim dávamos nota, há tempos, neste blogue, da azáfama que foi a realização de várias sessões de descoberta da biblioteca, do seu fundo documental, do exercício da leitura e da escrita de forma livre e sem obrigatoriedades, do conhecimento do mundo que se expande por entre estantes. No decurso de vários momentos, ao longo deste ano letivo que ora cessa (como, de resto, tem sido corrente ao longos dos anos), aconteceu, pois, bibliopaper. Bem mais de duzentos alunos, trinta e cinco equipas a participar e, dentre elas, uma se destacou pelos seus resultados. Chegou o momento de lhe atribuir merecido prémio e assim foi num dos dias desta semana, em encontro breve mas significante. Parabéns à equipa vencedora pelo lugar especial entre tantos, mas também o nosso grato tributo a todos os alunos que fizeram do bibliopaper deste ano mais uma iniciativa em prol da leitura e da escrita, e por vias direta, também do sucesso educativo.

[Na foto: para além do prof. bibliotecário e da professora de Português do 7.ºC, os cinco alunos que registaram o melhor desempenho no bibliopaper: Diogo, Francisca, Margarida, Rodrigo e Tiago]

Sem comentários: