Páginas

19 de outubro de 2016

À descoberta da biblioteca - formação de utilizadores

Todos os anos, nos primeiros meses do ano letivo, com início em setembro, no decurso de outubro (mês das bibliotecas escolares) e mesmo entrando por novembro, levamos a cabo sessões de formação de utilizadores junto dos novos alunos em início de ciclo (3.º e Ens. Secundário). Durante hora e meia, sob orientação do professor bibliotecário, os alunos recém-chegados seguem em visita guiada pelos meandros da biblioteca escolar da ESAF, à descoberta dos seus recantos (que é como quem diz, em linguagem mais técnica, áreas ou zonas funcionais), da área de leitura informal à de leitura audiovisual, sem deixar escapar a sala de leitura e o seu fundo documental, ou a também incontornável zona de informática e multimédia. 
Saber que se pode aceder de forma livre às estantes e prateleiras para consultar ou ler uma obra; saber que cada título está identificado numa base de dados e pode ser requisitado para leitura domiciliária (exceção feita a obras de referência, de consulta e leitura presencial); conhecer particularidades não despiciendas como o n.º de registo, a cota e outras informações sobre o item documental em mãos; identificar e situar, para uso futuro, sinaléticas de estante e prateleira com vista à procura autónoma de um livro, seja de literatura ou de física e química; saber com que normas se tece o regulamento interno da biblioteca da ESAF; normas de utilização do espaço, tempo de empréstimo de um livro, devolução e/ou renovação nos serviços de atendimento; isto e muito mais, tem efetivamente interesse para o aluno utilizador que, doravante, põe em prática na relação que estabelece com a sua biblioteca escolar. Isto também é literacia e condição de uso autónomo deste recurso que é a biblioteca.
Neste encalço, já passaram por cá mais de duas centenas de alunos (na companhia de um docente da turma) e outros ainda virão para conhecer este espaço que é da comunidade e que à comunidade presta serviço. 
"À descoberta da biblioteca" é também um modo de fornecermos ferramentas a quem deseja descodificar este mundo, o mundo da informação e do conhecimento que tão útil é no percurso formativo de quem por esta estrutura educativa passa.

Sem comentários: