Páginas

18 de abril de 2016

Celebrar o Dia da Liberdade

[Cartaz evocativo da "Revolução de Abril", da autoria de Madalena Mota, 9º ano, ESAF]

A celebração do "25 de Abril" e daquilo que este importante acontecimento da nossa história recente convoca - da instauração do regime democrático à conquista de liberdades fundamentais e de direitos inalienáveis - tem sido um dos desideratos que, ano após ano e em prol do fomento da literacia cívica e cidadã, a biblioteca escolar da Escola Alcaides de Faria promove junto da sua comunidade educativa.
Este ano, quando se celebram quarenta e dois anos sobre aquela madrugada (dizia a poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen) "que eu esperava / o dia inicial inteiro e limpo / onde emergimos da noite e do silêncio / e livres habitamos a substância do tempo"), evocaremos novamente esse dia 25 de abril de 1974, movidos não apenas pelo assinalar de uma data importante, mas sobretudo pela carga de sensibilização cívica e histórica que esse acontecimento suscita e que deve ser sempre partilhado com as gerações mais novas - os nossos alunos.
Aqui partilhamos, com imensa satisfação, o cartaz (deste ano) alusivo aos 42 anos do 25 de abril de 1974. Ao longo de quase uma década apresentamos sempre um cartaz inédito, fruto da sensibilidade e criatividade daqueles com quem temos tido o privilégio de contar com a sua colaboração. Porém, há uma particularidade no cartaz que ora divulgamos; se os cartazes anteriores foram concebidos por professores nossos colegas, o deste ano é da autoria de uma jovem aluna do 9.º ano de escolaridade, Madalena Mota, que, de forma original, recria com linhas, cores, texturas, aquele momento fundante da nossa atual democracia. 

Sem comentários: